Em Queimada Nova, motoristas e moradores protestam contra péssimas condições da PI-459

Motoristas de transportes públicos e moradores da região de Queimada Nova-PI paralisaram, na manhã desta segunda-feira (17/05/2021), o tráfego na PI-459, em protesto contra as péssimas condições da rodovia. Durante a paralisação, foi permitida apenas a circulação de veículos de atividades médicas e de segurança.


Mesmo com os grandes investimentos na região, como é o caso dos parques eólicos e diversas linhas de transmissão de energia, os manifestantes alegam que Governo do Estado do Piauí não dá a estrutura mínima para o desenvolvimento das atividades, já que a única via de acesso aos municípios de Queimada Nova e Lagoa do Barro do Piauí encontra-se em estado de abandono.

O protesto também contou com a participação de políticos da região, entre eles o Vice-Prefeito de Queimada Nova, Jeso Dias, que divulgou um vídeo nas suas redes sociais: "Queimada Nova, Lagoa do Barro e Dom Inocêncio, que hoje recebem grandes empreendimentos, deveriam ser mostradas para o mundo de maneira mais justa, deveria ser uma vitrine para o Piauí e para o Brasil, mas a rodovia para se ter acesso a esses municípios encontra-se em situação precária".


O bloqueio foi realizado a uma distância de cerca de 12 km da cidade de Queimada Nova-PI e aconteceu de forma pacífica. Os manifestantes colocaram pedras e pneus na via.

A PI-459, sofre com o desgaste e erosão das chuvas ano após ano, atualmente repleta de remendos, muitos buracos e desvios, a via é problemas a todos, ela causa desgaste nos veículos, e riscos enormes a vida de todos que a usam. Reportagens sobre trechos rompidos são comuns todos os anos nos períodos de chuvas, em um ponto, já são foram várias vezes, e a construção de uma ponte já é esperada a mais de 8 anos.


O Portal Diário do Itaim solicitou posicionamento oficial do DER-PI sobre o protesto e a atual situação da PI-459, mas até o fechamento desta matéria, não obteve resposta.

Postar um comentário

0 Comentários