Estudando pelo WhatsApp, aluno de Acauã-PI faz 980 na redação do Enem

O Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) liberou às notas do Enem 2020. O Estudante de escola pública e filho de agricultores, João José de Souza Silva, de 18 anos, da localidade Maxixeiro (Fazenda Chapéu), zona rural de Acauã-PI, obteve 980 na redação. Ele conversou com a apresentadora Cinthia Lages no Notícias da Boa, na TV Jornal MN, na manhã desta terça-feira (30) sobre a vitória do resultado. 


Com a instabilidade no site do Enem, João só viu o resultado na manhã desta terça-feira (30). Ele frequentou as aulas do Pré-Enem Seduc desde o início da pandemia de forma remota e obteve excelente resultado. Esta é sua primeira tentativa no exame.

“Foi minha primeira tentativa para valer, e consegui. Sempre estudei em escolas públicas aqui do interiro e sempre tiv boas notas, só que este ano foquei na redação do Enem utilizando os meios do Pré-Enem Seduc e com o grupo de correção coletiva de redação, aprendi muito e me ajudou bastante para conseguir esse resultado”, conta.


João estudava com esforço pelo WhatsApp, sempre que podia. Ele tem mais outros dois irmãos. Para acompanhar as aulas o aluno tinha que procurar o sinal da operadora no próprio celular na região onde mora, visto que caia muito. 


“Passava dias sem estudar porque não tinha internet, usava os dados móveis do celular. Chegava em casa e começava a praticar, fazia a redação uma vez por semana. Tinha medo da pandemia, apesar dela ter dificultado as coisas. Meus pais estão muito felizes com o resultado”, relatou.


No balanço do Inep, apenas 28 estudantes de todo o país obtiveram a nota 1000 na redação. Já outros 80 mil zeraram a produção escrita. No caso do João, o estudante pretende ingressar no Curso de Matemática. Quem afirma que o pessoal de exatas não é bom de redação, com João isso mostrou o contrário. 


“Sou o primeiro filho da família aprovado. Sempre fui aluno que gostava das olimpíadas e gosto da matemática em si, estou aberto a sugestões”, gaba-se comemorando.


Resultados


A professora da Secretaria Estadual de Educação do Piauí  (Seduc), Hildalene Pinheiro, acompanha a dificuldade que os candidatos estão tendo para acessar suas notas. “Eu passei à noite de ontem (29) acordada acompanhando esses estudantes e o tempo todo acessando o site. Estamos tendo bastante resultados positivos, as menores notas são de mais de 700 pontos. Com o Pré-Enem Seduc, criamos essa sala de correção coletiva onde o tempo todo, ensinamos a ver os erros, a acertá-los, não ter medo de errar”, salienta a docente.


Alunos de outros Estados como Ceará e até de países como Cuba, Paraguai e Moçambique participaram esse ano inteiro de 2020 com o Pré-Eenem Seduc. “Isso é uma vitória, os professores estão na luta, estão à Frente da pandemia. Em um Enem onde obteve mais de 70% de abstinência, ainda conseguimos um sucesso como esse”, finaliza Hildalene Pinheiro.

Fonte: Meio Norte

Postar um comentário

0 Comentários