Paulistana: Produtores rurais da comunidade Abelha Branca produzem 16,5 toneladas de algodão orgânico - Portal Diário do Itaim | Notícias de Paulistana, Acauã, Dormentes, Jacobina e região

Últimas

sexta-feira, 24 de julho de 2020

Paulistana: Produtores rurais da comunidade Abelha Branca produzem 16,5 toneladas de algodão orgânico

Vinte e dois agricultores familiares da Comunidade Abelha Branca, localizada na zona rural do município de Paulistana-PI, em Parceria com a EMBRAPA ALGODÃO de Campina Grande/PB e APASPI (Associação de Produtores Agroecológico do Semiárido Piauiense) produziram mais de dezesseis mil kg de algodão em rama no sistema agroecológico com certificação orgânica.

O anfitrião é o agricultor da comunidade e Vereador Osvaldo Mamedio da Costa, que tem desenvolvido outras ações em nível municipal. Para ele, o algodão está no nosso sangue e na arte da bandeira do nosso município, mas os agricultores deixaram de cultivá-lo na década de 1990. Com a chegada do bicudo, o fechamento das usinas na região inviabilizou essa atividade econômica. 

"Estamos buscando através de estudo cientifico e tecnológico a viabilidade para produzir e comercializar por um preço compensatório aos agricultores. Pensando nisso, cedemos uma área de 1,0 hectare em nossa roça para um plantio de experimento da EMBRAPA, onde introduziu quatro espécies diferentes, para experimentar qual se adapta melhor às condições do nosso solo, com melhor e maior rendimento", relatou Osvaldo.
Segundo o vereador, o senso agropecuário do IBGE 2017 aponta que 6 mil pessoas estão ocupadas na agricultura e pecuária em nosso município isso mostra que somos a atividade de maior ocupação no nosso município embora por parte da população e também das autoridades constituídas não valoriza a importância disso.
Continua após a publicidade
Osvaldo argumenta que nunca teve dúvida da importância do que a agricultura e a pecuária tem em nossa região: "nasci, vivo e tenho feito a diferença na Comunidade Abelha Branca, e também em outras que buscaram através de mim parcerias como a revitalização do cultivo da palma já em extinção em nossa região e que hoje associado a conhecimento técnico e as novas tecnologias virou uma realidade para os criadores".
"Dessa forma, também fizemos na comunidade Abelha Branca com o algodão onde 22 produtores produziram em sistema de agroecologia 16.500 kg de algodão em rama equivalente 1.100 arrobas, isso porque alguns desses produtores plantaram apenas como teste por não acreditarem que tudo daria certo. A perspectiva desses produtores é de que no próximo ano irão dobrar suas áreas de plantação, além de outros produtores que já afirmaram que irão aderir ao projeto. Nossa intensão também é de estender a outras comunidades que querem aderir a esse modelo de produção", finalizou o mesmo.

Os produtores e os parceiros EMBRAPA e APASPI estão otimista com o resultado e o empenho da comunidade e nós estamos otimista porque produzimos com mercado garantido. O processamento será feito na primeira quinzena de agosto  in loco  na própria comunidade.
A comercialização da Pluma é feito em conjunto com outros produtores da APASPI de São Raimundo Nonato para a empresa Francesa VERT fabrica de Tênis comercializado principalmente no mercado Europeu.

Todas as propriedades passam por um processo de cadastramento, compromisso do agricultor e processo de certificação orgânica participativa junto ao Ministério da Agricultura. Assim, todos os outros produtos da propriedade como milho, feijão, gergelim, etc, são também certificados. 

Fonte: FN Notícias

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial