Operação Vindicta prende foragido do PE suspeito do cometimento dos dois últimos homicídios em Paulistana - Portal Diário do Itaim | Notícias de Paulistana, Acauã, Dormentes, Jacobina e região

Últimas

sábado, 18 de julho de 2020

Operação Vindicta prende foragido do PE suspeito do cometimento dos dois últimos homicídios em Paulistana

Na última sexta-feira (17/07/2020), foi desencadeada uma operação conjunta entre a Polícia Civil e a Força Tática de Paulistana com o intuito de apreender armas e prender pessoas suspeitas de envolvimento com os dois últimos homicídios ocorridos em Paulistana-PI. Na ação foram empregados mais de trinta policiais militares e civis.

Foram cumpridos 05 Mandados de Busca e Apreensão, 01 Mandado de Prisão Temporária e 01 Mandado de Prisão decorrente de sentença penal condenatória expedido pelo Poder Judiciário do Estado de Pernambuco.  

Entre os materiais apreendidos estão 01 moto Honda CG Fan de cor preta, 01 Espingarda calibre 12, 01 Pistola  Inoxidável de Marca Tauros  calibre 380, 01 Revólver calibre 38 marca Tauros, 01 carregador de PT 58 SS, 43 munições calibre 12, 16 munições calibre 380 e 06 munições calibre 38.
As investigações tiveram início três meses atrás, quando o serviço de inteligência da Força Tática recebeu informações de que a pessoa de L.F.A., vulgo "Negão", natural de Paulistana, teria fugido do presídio de Itaquitinga no estado de Pernambuco e que possivelmente poderia se homiziar na região onde moram seus familiares.

Após a morte de Nataniel dos Santos, no dia 06 de junho, os núcleos de inteligência da Polícia Civil e Força Tática de Paulistana intensificaram as trocas de informações, recebendo o apoio inclusive da Delegacia de Tráfico e Entorpecentes de Juazeiro-BA, no intuito de chegar ao suspeito.
No último sábado (11/07/2020), as forças de segurança já tinham o nome de L.F.A. como principal suspeito e aguardavam a autorização do Poder Judiciário para realizarem as diligências, sendo que pela manhã o suspeito de cometer tais ilícitos teria voltado a atuar, dessa vez a vítima foi o jovem Italo Gabriel, executado com cinco disparos de arma de fogo.

A pessoa de L.F.A. já responde por vários processos criminais, dentre eles homicídios e tráfico de drogas nos estados de Pernambuco e Bahia, e que o sentimento de "vingança" pela morte de seu irmão, Manoel Alves, em novembro de 2017, seria um dos motivos  que levou o suspeito a cometer os homicídios ocorridos nos dias 06 de junho e 11 de julho, na cidade de Paulistana. 
Fonte: 20º BPM/Paulistana

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial